Orçamento financeiro pessoal! Como fazer?

orçamento financeiro pessoal

Orçamento financeiro pessoal.

Por que tenho que fazer um orçamento financeiro pessoal?

Veja bem! Você já imaginou o que seria de uma grande empresa sem orçamento mensal e controle de caixa diário? Fracasso e falência na certa. A mesma condição se aplica para pequenas empresas. Agora você deve estar se perguntando. Eu não sou empresário, o que tenho a ver com isso?

Não importa se você possui uma empresa ou não. Se você é um profissional liberal, um autônomo ou uma dona de casa. A “regra é clara”. Se você não elaborar mensalmente um orçamento financeiro pessoal, assim como uma empresa, estará possivelmente destinado a um descontrole financeiro, e posteriormente como consequência, um processo constante de endividamento. Isso não é agouro não viu? É lógica! O fenômeno do “cadê o meu dinheiro?” se dá ao fato de que não damos importância a pequenos gastos corriqueiros do dia a dia como uma refeição fora de casa no restaurante ou na lanchonete, a compra de um jornal, uma revista, a compra de alguma coisa no sinal de trânsito, o estacionamento, e outros pequenos gastos devem sim ser levados em consideração quando analisamos nossas contas.

As contas que mais nos assustam, são exatamente os pequenos gastos imprevistos, que se somados, no final do mês representam uma significativa parcela do salário. Aí vem aquela famosa frase: “puxa, eu acho que estourei meu orçamento”.

Mas como fazer para gerar um orçamento mensal? O que eu tenho que priorizar? Vamos lá!

A primeira coisa que eu recomendo é que você tenha um bom software que lhe ajude no controle do seu orçamento. E não deve ser qualquer um. Não recomendo aqueles que são on-line. Acho arriscado digitar dados financeiros pessoais em um programa que não conheço. Você pode usar a sua simples planilha do excel, ou baixar um programa gratuito pela internet que não fique online. O problema desses programas gratuitos é que são muito limitados e às vezes não dá para se ter uma noção exata do nosso controle financeiro, mas já é um começo. Agora se você quiser adquirir um excelente programa que além de gerar orçamentos, faz um acompanhamento detalhado do seu crescimento patrimonial e de investimentos, entre outras funções, eu recomendo o programa Passos para Riqueza. Já o utilizo a muitos anos e recomendo.

A segunda recomendação é que você adquira o hábito de tomar nota dos seus gastos durante o dia para que no final do dia possa lançar em cada categoria de gastos do seu orçamento. As categorias de gasto são as básicas: Alimentação, aluguel, condomínio, luz, água, gás, telefone, e depois vem outras como: Saúde, transporte, educação, despesas pessoais, lazer, outros.

ATENÇÃO: Se você tem uma empresa, jamais misture seu orçamento pessoal com contas que são relacionadas à sua empresa. Ela deve ter seu próprio orçamento e fluxo de caixa.

A terceira orientação e talvez a mais importante de todas, é que você reserve ao menos 10% do seu salário para investimentos. Sobre esta área de investimentos dedico aqui no blog uma seção inteira no menu e um artigo especial sobre ATIVOS e PASSIVOS. Eu sei que você agora poderá estar dizendo, “se o meu orçamento para esse mês já está estourado, como vou ainda tirar 10% para investimentos? Você está louco?”. Mas aqui está o segredo do seu sucesso financeiro. A primeira pessoa a quem você deveria pagar quando recebesse seu salario deveria ser você. Isso mesmo! Quando fizer o seu orçamento para pagar suas contas, já o faça subtraindo esse valor de aplicação. Eu estou sugerindo 10% que é um valor razoável, mas isso fica à seu critério. Não importa o quanto você deva, tenha coragem e priorize seus investimentos. Só assim você estará gradativamente gerando patrimônio e logo mais seus investimentos estarão lhe retribuindo muito mais do que você lhes está oferecendo.

A quarta recomendação e última é que você seja perseverante no seu controle diário. Não abra mão do seu orçamento. Procure não estourar as categorias de despesas que você programou para o mês e se isso acontecer, faça uma análise de quais estouraram e reveja suas projeções para o próximo mês.

LEMBRE-SE: Seu orçamento deverá ser feito sempre no último dia do mês, programando o mês vindouro.

Como-importar-da-china

Author: Marcelo Pessôa

Empreendedor, empresário e investidor atuante no mercado imobiliário. Escritor do Ebook "Como Montar sua Fábrica de Chinelos". Webmarketer, desenvolve a criação de sites e lojas virtuais, entre eles, destaca o "ideiasfinanceiras.com". Uma frase: "Meu negócio é fazer negócios" - Marcelo Pessôa

Share This Post On

4 Comments

  1. parabens, otimas dicas de orçamentos financeiros pessoais. muito obrigado.

    Post a Reply
  2. Estou muito satisfeito com as dicas e orientações. apesar de ganhar muito bem, estou atolado em dívidas, sem patrimônio, com o orçamento apertado e sem perspectiva de crescimento de patrimônio. estou decidido a dar uma virada na minha vida financeira. estou organizando as contas, tentando negociar as dívidas, mas tenho dificuldades.
    abraço
    Ítalo

    Post a Reply
    • Olha Italo,

      Você está na direção certa!

      Observo que você já está tomando duas decisões de alta importância.

      1 – Otimismo! Quando se decide a fazer algo, já é o primeiro passo para mudar as coisas. Parado é que nada acontece. Não fazer nada só gera desespero!

      2 – Organizar as contas. Isso é básico e fundamental, embora que muitos só lembrem de fazer isso quando a situação aperta.

      Tenho certeza que você vai superar e acredito que muito em breve sua situação estará controlada, ok?

      Sucesso meu amigo e obrigado pela sua visita!

      Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Educação Financeira
Consumidor ou consumista? Quem é você?
Fechar